sexta-feira, agosto 12, 2005



Vou inventar uma flor
para pôr
no teu cabelo.
Uma flor com asas de lume
donde, em vez de perfume,
saiam sons de violoncelo.

E eu possa dizer à Terra:
“Sim. Bendito seja o teu ventre entre as mulheres.
Mas basta de malmequeres!”

José Gomes Ferreira

7 palpites:

Blogger wind piou...

Bela escolha de poema e linda foto:) bjs

12/8/05 5:24 da tarde  
Blogger Caracolinha piou...

Ai .... malmequeres .... fazem-me tanto lembrar a minha avó materna de quem tenho uma infinita saudade... lembro-m de um burro que ia pastar no terreno ao lado da nossa casa de fim de semana e lhe comia as cabeças dos malmequeres ... as saudades e a falta que sinto da minha linda avó ...

Um beijinho minha querida M. ~:o)

13/8/05 1:57 da tarde  
Blogger batista filho piou...

:)

13/8/05 8:03 da tarde  
Blogger batista filho piou...

A maioria dos malmequeres são bem-me-queres, tanta beleza que emana deles... ainda bem!

14/8/05 8:55 da tarde  
Blogger Lumife piou...

Tenho uma lembrança de pequeno sobre os malmequeres. Quando os desfolhava na lenga lenga mal me quer bem me quer fica sempre triste quando calhava mal me quer.

Mas basta de malmequeres...

Boa semana.
Bjs

15/8/05 1:18 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS piou...

quem inventou essa cena de desfolhar os pobres malmequeres devia ter levado uma boa palmada na mão!!!!!

15/8/05 9:53 da manhã  
Blogger Menina_marota piou...

Mal me quer... bem me quer...

...lembranças que se afloram em mim...
de tempos de menina,
correndo pelo jardim...

Um abraço terno ;)

15/8/05 10:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home